quarta-feira, 17 de maio de 2017

Se depender da Globo, brasileiros não dormirão cedo nas noites de quarta

Não é só na política que a Globo é contra a população. A Globo, que decide pelo horário dos jogos por razões de faturamento por publicidade, sempre foi criticada por estipular as noites de quarta-feira para a ocorrência de jogos. Isso prejudica tanto quem assiste aos jogos nos estádios, devido às naturais dificuldades de retornar para casa, quanto quem deseja dormir cedo, incomodado com vizinhos irresponsáveis que berram muito durante os jogos.

A Globo bateu o pé e garantiu que manterá o horário de 21:45 nos jogos de quarta, argumentando que é mais lucrativo. Especialista em lucrar muito com o prejuízo alheio, a emissora responsável pelo golpe político de 2016, através do diretor de eventos esportivos, mandou a seguinte nota:

“Esse é um bom ponto, debate sempre válido, saudável quando você concilia as necessidades de todos os players envolvidos. A Globo não exibe o futebol às 21h45, aliás, exibia às 22h e antecipou, e sempre trabalhou muito firme pela pontualidade nas transmissões por um capricho. Isso está relacionado a um modelo de cobertura televisiva e até mesmo impacta na remuneração desses direitos”.

Será que é preciso arruinar com o cotidiano dos brasileiros para obter lucros financeiros? Porque não arrumam outro jeito de ganhar muito dinheiro? Não é anti-ético lucrar com o prejuízo de brasileiros que acordarão cedo no dia seguinte para trocar um esforço duro por um mísero salário que mal dá para comida?

Eu mesmo estou com a saúde debilitada por noites mal dormidas por uma vizinhança que insiste em transformar o bairro onde eu moro em um estádio de futebol, berrando a altos níveis de decibéis. Hoje, meu horário normal de dormir passou a ser 1:15 da manhã e no dia seguinte trabalho com o desempenho bastante reduzido. 

Só isso já serve para conhecer o mal caratismo dos dirigentes da Globo, que se escondem atrás da religiosidade para fingir o bom mocismo, enquanto arruína com as vidas de milhões de brasileiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.