terça-feira, 18 de julho de 2017

Porque os coxinhas usam camiseta da CBF?

Esta é uma pergunta que não se viu em lugar nenhum. nem mesmo sites de curiosidade se preocuparam em tentar entender o fato. Como se fosse comum usar um uniforme de time de futebol (sim, time de futebol: a "seleção" nunca passou disto) em manifestações sobre política.

A origem disso está em algo típico de nosso país e resultante de nossa ignorância, nossa noção distorcida de civismo e nosso desinteresse sobre política. É um erro que praticamente só os brasileiros cometem: confundir futebol com patriotismo. O que influi na nossa tolice de acreditar que vitórias no futebol interferem na melhoria da qualidade de vida da população.

Obviamente se os brasileiros não confundissem futebol com patriotismo, não sairiam a protestos supostamente cívicos com o uniforme de um time de futebol. Mas a tradicional confusão resultante da necessidade de impor o futebol como "orgulho nacional" e símbolo de identidade permite que ridiculosidades como usar camiseta de time em protestos políticos ocorram.

O futebol é a nossa unica noção de civismo, infelizmente. Em eventos de futebol é a única oportunidade que temos para cantar o Hino Nacional de forma apaixonada e aparentemente espontânea. Nos empenhamos em desejar a vitória da "seleção" a todo o custo, sem a dedicação que deveríamos ter em assuntos mais sérios. A Lei Áurea acaba de ser revogada e todo mundo fica quieto. E nós traumatizados com um 7 a 1 bobo que não interfere em nosso cotidiano.

É curioso ver camisetas da CBF nos protestos supostamente anti-corrupção (que na verdade eram anti-esquerda, em manifestações secretamente remuneradas por grandes empresários). Toda a CBF é corrupta, o que seria motivo suficiente para que ninguém usasse o uniforme da "seleção" na em protestos alegados contra a corrupção. 

A copa de 2002 foi claramente conquistada com muita trapaça e compra de atuações, ocorridas nos bastidores, longe das câmeras de televisão. Não por coincidência, copas ocorrem em mesmos anos que eleições para presidente, o que sugere que o resultado no futebol pode interferir nas eleições. O que reforça ainda mais a confusão entre futebol e pátria, cacoete exclusivo do povo brasileiro.

Por isso mesmo que os coxinhas saíram nos protestos anti-esquerda e (agora revelado como) pró-corrupção com a camiseta da CBF. Para quem considera o país como "Pátria de Chuteiras" e o futebol o nosso maior bem (Destruam a Petrobrás, mas não acabem com a "seleção"), a camiseta da CBF é o maior símbolo que temos para mostrar o nosso falso civismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.