quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

O futebol como obrigação social

Quase ninguém assume na teoria mas na prática tudo é claro e explícito: para brasileiros e mais ainda para cariocas, o futebol é uma obrigação social. Você é sim, obrigado a gostar de futebol se quiser usufruir dos benefícios de uma vida em grupo. Vou explicar porque isso acontece.

o Brasil é um país de diversidades. Circulam pelo país as mais diversas ideias e gostos. O senso comum, para tentar disciplinar a diversidade que poderia se converter em discórdia e brigas, escolheu uma coisa para servir de agregador social a criar uma concórdia entre pessoas que pensam diferente. O futebol foi escolhido como forma de agregação social e motivo de confraternização entre brasileiros.

Desconheço o motivo que fez o futebol ser escolhido como agregador social. Acredito que seja pelo fato de ser um esporte que não possui classe social definida (jogadores de origem pobre que se tornam magnatas da noite para o dia dão a ilusão de união entre as classes). De qualquer forma, isso virou uma tradição e boa parte dos brasileiros (principalmente as mulheres) no mínimo fingem gostar para que não se sintam excluídos e isolados do resto da sociedade.

Já para quem assume publicamente o desprezo pela modalidade esportiva mais popular do país, resta encontrar compensações para as dificuldades de sociabilização que encontrar. Já aumenta o número de pessoas que assumem não curtir futebol e para elas a época de copa é de tortura, pois do contrário do Carnaval, o barulho é pulverizado (meus vizinhos berram pra cacete) e não existe retiros espirituais em tempos de copa para que as pessoas possa fugir da histeria dos torcedores.

Mesmo assim o número de pessoas que assumem gostar de futebol, mesmo não gostando, ainda é grande. O ser humano e um ser social, e segundo pesquisas, a solidão é o maior medo da humanidade junto com a morte. Para muitos aguentar cerca de 90 minutos vendo um monte de bonecos correndo em uma tela verde ao som de irritantes berros vale a pena quando se quer ter amigos e contatos profissionais. Parece que para muitos a solidão incomoda mais do que a histeria alheia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.