quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Niteroienses odeiam sossego e desobedecem a lei do silêncio

Péssima decisão voltar a Niterói. Sei que o brasileiro é um povo que adora barulho. Mas tenho a impressão que os niteroienses gostam ainda mais de atazanar com a a paciência alheia, impedindo o sossego sobretudo de vizinhos.

Parece que o niteroiense tem um grande prazer em tirar os outros de seu sossego, se esquecendo que existe muita gente que não está no mínimo interessada em participar da farra ensurdecedora que boa parte dos súditos de Arariboia.

Festas que duram madrugadas inteiras, torcidas inteiras berrando durante as transmissões de jogos de futebol, tiroteios de criminosos e vizinhos brigando por motivos banais, não faltam motivos para os amantes do bom sossego ficarem irritados por não poderem estudar, dormir ou apenas curtir a tranquilidade de um tempo livre.

Fico imaginando se o prefeito tivesse a coragem e a iniciativa para cobrar com mais rigor o cumprimento da lei do silêncio. Certamente a turma do barulho não gostaria, se sentindo lesada no seu direito de "manifestar a sua alegria". Alegria deles é acabar com o sossego alheio? Eu não sabia!!! Será que é o meu silêncio que os incomoda?

Não sei. O que posso dizer é que tenho que ceder, mudar meu horário de sono para mais tarde, estudar longe de minha casa e comprar fones de ouvido para ouvir coisas muito mais edificantes que as asneiras ensurdecedoras que os panacas que vivem ao meu lado se acham "no direito" de fazer, arruinando a tranquilidade dos pobres homens de bem que não querem incomodar os outros, mas não são retribuídos na mesma moeda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.