quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Futebol: bem sucedido instrumento de manipulação ideológica

Embora seus defensores batam o pé dizendo que futebol nada tem a ver com alienação, infelizmente temos que discordar, pois os fatos mostram que futebol, não o esporte em si, mas a campanha feita em torno dele, tem e muito a ver com alienação e manipulação das mentes brasileiras.

E não precisa muito esforço para concordar com isso. Basta assistirmos a TV e observarmos com frieza e objetividade, a maneira como o futebol é apresentado na TV, de maneira insistente, repetitiva e forçadamante associado a valores evoluídos, ando a falsa inpressão que futebol ajuda a evoluir a sociedade.

Mas se prestarmos atenção, o futebol nada tem de importante. Toda a importância atribuída a ele é postiça, embutida pelos maios de comunicação e consagrada pelas regras de convívio social. Pelas suas características, o futebol é o entretenimento puro. Uma correria em um gramado com o objetivo de enfiar uma bolinha em uma rede, fazendo uma multidão gritar. O que isso tem de evoluído?

Como eu falei, não é o futebol que aliena, mas a tentativa forçada de fazê-lo ser melhor do que é, de associar a valores morais e intelectuais, de tentar impor uma unanimidade que não faz parte de um esporte que, por incrível que pareça, é um dos mais monótonos e simplórios do mundo, servindo apenas como oportunidade para muitas pessoas poderem gritar sem que isso seja visto como uma gafe. 

Mas como satisfaz os instintos primitivos das pessoas, nessa permissividade à gritaria, o futebol acaba atraindo muita gente, servindo para autoridades e empresários como forma de dominação e de fonte de renda inadiáveis, o que faz com que estes estimulem ainda mais a suposta unanimidade, já que é muito bom ver multidões e multidões investindo grandes quantias de dinheiro para chegar aos bolsos dos poderosos. 

Por isso que a publicidade não vai se cansar de empurrar o futebol, a maior galinha dos ovos de ouro do Brasil, para que as massas adiem qualquer coisa em nome de um simples ato de chutar uma bolinha em uma rede.

A experiência mostra que futebol é inútil para a evolução do país. Ou se esqueceram que o fato da "seleção" ser pentacampeã e a única a estar em todas as copas em nada ajudou a melhorar as condições de nosso cotidiano? Ora, lazer é lazer apenas. Mera distração a passar o tempo ocioso.